sexta-feira, outubro 22, 2010

Da actualidade...

Leva-me a escrever este post a seguinte situação. O rumo que isto está a levar...

Vou partilhar um pouco da minha história pessoal. Não porque queira saber alguma opinião (porque isto é como nos funerais, não há muito que se possa dizer). Mas sim porque me apetece e porque acho que as pessoas se andam a queixar muito, mas alguma coisa as faz ficar "acomodadas"...

Nome: Nuno J. Loureiro
Idade: 33 anos

Profissão: Actor, Músico, Formador (Tudo a recibos verdes) - Os impostos vão aumentar e também a Segurança Social. Ah... pago 201,23 euros para ter direito a baixa médica. Ah... ia-me esquecendo que vai haver cortes no ministério da cultura, nas câmaras municipais e na educação... (então, como vou ter apoios para projectos, sem apoios que câmara municipal me compra espectáculos, e será que vou receber menos por dar aulas?)

Naturalidade: Vila Nova de Gaia.
Residência: Vila Nova de Gaia. (Cresci praticamente em Viana do Castelo - onde tenho compromissos de trabalho, mas acima de tudo onde tenho os meus pais.) Tenho agora uma A28 com portagens para ir todos os fins de semana a Viana - ou tenho uma A28 com portagens para ir todas as semanas para Gaia.

Endereço de Trabalho: Sou freelancer. Trabalho em vários projectos. Muitos deles exigem digressão. O maior deles todos (o que realmente me paga as contas) é em escolas. Da zona norte e centro. A25, A28, A29, A42, A44... Cada vez que vamos a uma escola, temos portagens pela frente...

Não tenho direito a Subsídio de Desemprego, tenho que pagar Segurança Social, vão me aumentar os descontos do IRS, tenho que pagar para viajar em estradas que não foram desenhadas para serem auto-estradas, não tenho nenhuma protecção no Código de Trabalho e o tipo de trabalho que tenho é considerado "acessório".

Não é o país que é uma merda. O que é uma merda é a gente que comanda este país. Mas mais merda ainda foram todos os que os meteram lá dentro. E mais merda ainda foram todos os que não foram votar no dia em que eles ganharam.

Porque afinal de contas, se a democracia é para o povo mandar, o (des)governo é causado também pelo próprio desgoverno do Povo.

E aqueles que se sentem governar, sentem-se sozinhos. E toda a gente fica à espera que alguém tome a iniciativa para dar o passo da tal revolução...

3 comentários:

Anónimo disse...

é pena ja nao haver pinhais como antigamente... o povo ainda podia ter a esperança de se deslocar como o Tarzao... até a revoluçao chegar... até là...
kti

Marly Bastos disse...

É meu senhor, a coisa está feia! Daqui a uns dias vamos pagar para respirar... Beijos doces!

Marly Bastos disse...

Meu senhor, venho aqui visitar-te, mas tenho encontrado a casa vazia. Espero que essa ausência se deva a muitos trabalhos e sucesso de++++
Beijos grandes